GENTRIFICAÇÃO E ONE #Lisboa


Num grande número de zonas urbanas assiste-se a um conjunto de pequenas tarefas participadas que estão a conduzir à mudança da cidade em contraponto com o paradigma dos grandes planos: Expos, construção de estádios, parques olímpicos; onde há a ausência completa de participações das várias comunidades da cidade.

Essas tarefas participadas procuram movimentos de intervenção ao nível da rua, quarteirão, bairro, melhorando a cidade a partir da soma de pequenas acções, envolvendo os demais actores locais: moradores, comerciantes, arquitectos, designers, transeuntes, carpinteiros, associações de base local, consumidores, etc.
Estas acções são comummente apelidadas de Guerrilla Urbanism, pop-up urbanism ou DIY urbanism e estão configuradas no conceito lato de Tactical Urbanism.

Left Hand Rotation são um desses colectivos. Com base em Espanha, mas também parcialmente em Portugal,  realizam trabalhos sobre processos de gentrificação e transformação urbana com enfoque no papel da cultura nas modificações territoriais. Já realizaram oficinas em Brasília, Madrid, Bilbau, Valência e Gijon. Recentemente realizaram oficinas em São Paulo no Bairro da Luz, conhecido como Cracolândia.



A partir de amanhã, dia 21e até 24 de Abril, promovem um workshop gratuíto sobre a transformação do bairro da Mouraria intitulado: Gentrificação: Colonização Urbana e Instrumentalização da Cultura que terá lugar no Espaço do Urso e dos Anjos, das 17h às 20h. 

Highlights do Workshop:

Sábado 21: Apresentação do Colectivo e discussão do conceito de gentrificação;
Domingo 22: Gentrificação em Lisboa e discussão do Plano Municipal para a área da Mouraria;
Segunda 23: Apresentação da plataforma colaborativa: Museo de Los Desplazados
Terça 24: Projecção do documentário Luz.