The Battle of Montreal | #global | #change


O que começou em Fevereiro de 2012 como um protesto generalizado de estudantes universitários no Quebec, Canadá, está a transformar-se numa reacção mais alargada de vários sectores da sociedade às leis passadas pelo Governo canadiano em resposta às manifestações estudantis.

A recente proibição de manifestações públicas que não disponham de aprovação prévia da polícia parece ter tido o efeito contrário do desejado pelas autoridades: num contexto de repetidos abusos de força por parte da polícia, e do fortalecimento do movimento estudantil, as ruas de Montreal estão nestes dias a ser ocupadas por milhares de pessoas que desafiam a decisão governamental.

Na origem dos protestos está a questão do endividamento estudantil, causado pelo aumento explosivo das propinas universitárias. Mas após uma greve de quase 3 meses, e da recente escalada dos protestos, os ecos de outras ruas, outras cidades, fazem-se já ouvir no que parece, afinal, uma nova erupção dessa massa incoerente a que já aprendemos a chamar os 99% .