#فق - Rise up

Jarda #2

ter 29 maio & sex 1 junho: 14h & 20h



فق (fiq): desperta-te; levanta-te; rise up; palavra usada para fins de reciclagem semiótica de sinais stop em Marrocos, pois é um anagrama de قف (qif): stop, a mesma expressão que aparece nos sinais de trânsito. Por isso, a palavra "stop" transforma-se em "desperta-te" através da troca das duas letras, o que graficamente se faz pelo simples recorte dum ponto da letra "kaf" e pela sua colagem à letra "fa", porque a diferença essencial entre as duas letras é que uma tem dois pontos e a outra só um.
A playlist desta semana é dedicada ao rapper marroquino L7a9d (a.k.a. L7a9ed, Lhaqed, al-Haqed, El Haqed, لحاقد / Ləḥāḳəd), operário, habitante do bairro Okacha e jogador do Movimento 20 de Fevereiro. Al-Haqed está desde o dia 29/3/2012 na prisão, a cumprir uma pena de um ano. Trata-se da segunda condenação de al-Haqed por razões nitidamente políticas, nomeadamente pelo conteúdo das suas letras, do apoio popular que goza em todo o Marrocos e do seu envolvimento no M20F. Ainda recentemente, em janeiro, tinha acabado de cumprir os quatro meses da primeira condenação, após um processo judicial muito polémico. Desta vez, foi acusado de ser o autor do clip duma malha sua intitulada Klab dawla (Os Cães do Estado) e cujo conteúdo ofendeu as forças policiais do seu país.
[…] The sentencing of a rapper on May 11, 2012 to one year in prison for “insulting the police” shows the gap between the strong free-expression language in Morocco’s 2011 constitution and the continuing intolerance for those who criticize state institutions. […] Mouad Belghouat, better known as “al-Haqed” (the sullen one), has been [in prison] since March 29 because of his rap song Kilab […] Fonte.
Para além da condenação ser um atropelo evidente à liberdade de expressão e afins, note-se que nunca ficou provado o crime pelo qual foi acusado e julgado, isto é, ser o autor do teledisco em questão, que terá aparecido em inícios de 2012 na net e que muito ofendeu a bófia. Al-Haqed apenas assumiu ter composto e interpretado a malha Klab dawla, que curiosamente já circulava desde 2009.
[…] La police accuse le rappeur d'avoir posté une chanson sur internet avec des photos portant atteinte au corps de la police. [...] le procureur général a affirmé devant les juges que le rappeur a reconnu les accusations portées contre lui. Selon ses avocats, Lhaqed reconnaît avoir chanté la chanson, mais le montage-photos qui accompagne la vidéo provient d'un internaute anonyme. "Dans la chanson, Mouad accuse certains policiers de corruption, ce n'est pas un scoop, tout le monde le dit et les organisations internationales le confirment", a expliqué à l'Associated Press Larbi Chentoufi, avocat de la défense. "Il s'agit d'un procès politique. Lhaqed est devant les juges pour ses opinions", a-t-il ajouté. […] Fonte.
Playlist:

Reportagem sobre Lhaqed: