IMIGRAÇÃO E RACISMO EM PORTUGAL #buala #books #livros


FESTA BUALA + lançamento de "Racismo e Imigração em Portugal" 
6ª feira, 15 de Junho, entre as 21h30 e as 3h da manhã  
Zona Franca no Bartô (Chapitô_R. Costa do Castelo) LISBOA. 


Bruno Peixe Dias, Nuno Dias, K-beça, Badiu Branku são os djs da noite!!!! Os dois anos de existência do Buala e o lançamento de um livro sobre racismo e imigração são o pretexto para esta grande noite! Um livro que revisita a agenda política, mediática e social-científica da imigração em Portugal e desconstroi as categorias operadas na construção de identidades, procurando identificar os pontos frágeis das descriminações. Uma plataforma de cultura africana contemporânea, BUALA, que implica as diásporas negras e também reflecte sobre a relação de Portugal com a sua imigração. Conversa/apresentação do livro com o filósofo André Barata , o rapper LBC e os coordenadores do livro (Bruno Peixe Dias e Nuno Dias), música (do black atlantic e não só), imagens e encontros, são o que lhe oferecemos nesta noite. ENTRADA LIVRE


O livro "Racismo e Imigração em Portugal" é um livro editado pela colecção de livros de bolso do Le Monde Diplomatique coordenado por Bruno Peixe Dias e Nuno Dias.
Para além dos coordenadores, o livro conta com participações de: Nuno Oliveira, Mónica Catarino Ribeiro, Sara Dias de Oliveira, Rahul Kumar, Alexandra Castro, e José Mapril.

«Na altura em que este livro vê a luz do dia, em meados de 2012, já não podemos repetir, como se fosse novidade, o adágio, tantas vezes repisado, de que Portugal, antigo país de emigrantes, se tornou também, nos tempos mais recentes, espaço de receção de imigrantes. Claro que aquilo que aqui entendemos como “tempos mais recentes” não pode deixar de depender do horizonte temporal que estamos a considerar. Mas se tomarmos como medida a história política recente, percebemos que já antes do 25 de Abril o território de Portugal era procurado por trabalhadores que vinham de outros espaços geográficos, nomeadamente das então colónias africanas, mesmo se esses movimentos não eram percebidos como parte de um fenómeno de larga escala, a “imigração”.» Ler restante artigo: «A Imigração no Cruzamento dos Discursos» em Buala.

Excertos do livro: aqui