VISITA A SANTA FILOMENA #amadora #desalojo


Ontem decorreu uma das acções de solidariedade para com a situação dos despejos no Bairro de Santa Filomena na Amadora. Uma visita com moradores e solidários organizada pelo Colectivo Habita.

 
O bairro de Santa Filomena, na Amadora é um bairro degradado construído por centenas de pessoas, maioritariamente famílias de trabalhadores/as imigrantes que ao longo de muitos anos trabalharam sobretudo na construção civil e nas limpezas, com salários extremamente baixos e sem estabilidade e que agora, estando em situação ainda mais vulnerável, porque o trabalho escasseia e o desemprego sobe rapidamente, se vêem também ameaçados de despejo em massa, por parte da Câmara Municipal da Amadora, sem que alternativas viáveis sejam apresentadas. Estamos a falar de um universo de cerca de 280 pessoas, em 83 famílias, das quais 104 são crianças até aos 18 anos (72 têm 12 ou menos anos) várias nascidas em Portugal e escolarizadas. Das cerca de 280 pessoas, 79 pessoas estão desempregadas, 87 estão a estudar/são escolarizadas, 13 pessoas sofrem de invalidez permanente, deficiência ou doença crónica. Mais de 54 famílias contam com pelo menos uma pessoa desempregada; existem mais de 20 famílias monoparentais, na sua grande maioria compostas por uma mãe e filhos/as. A média dos rendimentos destas famílias é muito baixa, situando-se entre os 250 e os 300 euros. Referir ainda que metade destas famílias vivem há mais de 10 anos no Bairro, havendo algumas famílias inclusive que vivem no bairro há mais de duas ou três décadas”.

Colectivo Habita 

Mais sobre a situação no Bairro de Santa Filomena:


Fotografias por Sandra Bernardo