XX Feira Laica: Amos Kennedy Junior

Praticamente substituída pela impressão digital, a tipografia tradicional tem vindo a ser cada vez menos usada comercialmente. No entanto, têm aparecido cada vez mais artistas - individualmente e em grupo - a recuperar e, por vezes, a reinventar a tipografia.

Aos 40 anos de idade, Amos Kennedy Junior largou a sua vida estável em busca do american dream, investiu numa prensa tipográfica e criou a Kennedy Prints!

O trabalho do Amos baseia-se nas técnicas tipográficas inventadas no inicio do século XIV por Johanes Gutenberg para fazer cartazes que contêm aforismos e provérbios que ele vai encontrando ou que as pessoas lhe dão. É um trabalho inteiramente gráfico, com letterings de diferentes escalas e cores, que ele cria utilizando velhos tipos americanos em madeira, numa infinidade de camadas de impressão.



Através da Oficina do Cego, o Amos Kennedy Junior esteve presente nesta Feira Laica com uma série de cartazes que saltavam à vista de quem entrava no recinto.

Podes ouvi-lo aqui:



Recentemente foi lançádo um documentário sobre o trabalho e o percurso do Amos. Chama-se Proceed and Be Bold: