LIRINHA E A ESTÉTICA DA FALTA #lirinha #sines


A actuação de Lirinha era uma das mais aguardadas do Festival Músicas do Mundo em Sines. Lirinha, poeta e actor de teatro ficou conhecido por ser vocalista do grupo Cordel do Fogo Encantado, entretanto extinto. Lira é o seu primeiro trabalho a solo.

Lirinha esteve à conversa com a Stress FM:

«Essa esperança do Brasil potência, ela é uma característica desde a origem do pais. As frases utilizadas desde a chegada dos portugueses, espanhóis e holandeses, é de um país do futuro. A nossa primeira carta de descobrimentos de Pero Vaz de Caminha diz “aqui se plantando tudo dá.»

«O Brasil começa a desenvolver um papel de destaque nessa lógica económica, mas continuamos com uma desigualdade social muito forte e muitos dos empreendimentos que são feitos no brasil ainda correspondem à lógica de exploração» 

«Tivemos a presença inesquecível de Gilberto Gil nos oito anos do governo de Lula. Gilberto Gil realmente, junto com Lula, aplicou coisas inéditas do pais. É da gestão de Gilberto Gil a criação dos pontos de cultura. (…) A descentralização (…) foi muito importante para o crescimento do pais, a equiparação das regiões.» 

« A internet é a cara do Brasil. Só que começamos a perceber que grandes empresas estavam lucrando com esse transito livre de conhecimento: música, livro, fotografia; começamos a perceber isso agora, o Brasil acha muito estranho cobrar coisas na internet. o brasileiro acha que a internet é gratuita, é uma visão dele.» 

A conversa, a conferência, o concerto e vídeo em