Pele de Galinha #3

quartas & sábados às 11:00 e 19:00



"[...] O comportamento valorativo tornou-se uma ficção para quem se vê cercado de mercadorias musicais padronizadas. Parece que o indivíduo já não consegue fugir ao jugo da opinião pública, ou decidir com liberdade quanto ao que lhe é apresentado, uma vez que tudo o que se lhe oferece é tão semelhante ou idêntico, que a predilecção, na realidade, se prende apenas com detalhes biográficos, ou mesmo com a situação concreta em que a música é ouvida. As categorias da arte autónoma, procurada e cultivada em virtude do seu próprio valor intrínseco, já não têm valor para a apreciaão musical de hoje. 
[...] Aldous Huxley formulou a questão de quem, num local de diversão, está realmente a divertir-se. Com a mesma justiça poder-se-ia perguntar: para quem serve ainda a música de entretenimento como entretenimento? Pelo contrário, ela parece contribuir para o emudecimento dos homens, para a morte da linguagem como expressão, para a incapacidade de comunicação. A música de entretenimento preenche os vazios do silêncio que se instalam entre pessoas moldadas pela ansiedade, pelo trabalho e pela docilidade de escravos sem exigências. Em todas as vertentes ela assume, e sem que se perceba, o mortalmente trágico papel que lhe coube no tempo e situação específicos do cinema mudo. A música de entretenimento serve ainda só e apenas só como fundo. [...] "

Excerto do ensaio "Sobre o carácter fetichista na música e a regressão da audição" (1938), 
(11 de setembro de 1903 - 6 de agosto de 1969)


De um profundo apreço pelas obras em fá sustenido menor de Aleksandr Skryabin, nasceram algumas deambulações (quasi cronológicas) pela tonalidade (e outras)... 

Sonata para alaúde nº 48 em fá sustenido menor Allemande - andante, de Silvius Leopold Weiss (Breslau 1687 - Dresden 1750) 

Noturno em fá sustenido menor, op 104 nº 1, de Gabriel Urbain Fauré (Ariège 1945 - Paris 1924)

Concerto para piano e orquestra em fá sustenido menor, op. 20 I andamento II andamento III andamento, de Aleksandr Nikolayevich Skryabin (Moscovo 1871/2 - Moscovo 1915) 

Preludio em fá sustenido menor, op. 23 nº 1, de Sergey Vasilievich Rakhmaninov (Onega 1873 - Beverly Hills 1943) 

Sonatina em fá sustenido menor, de Maurice Ravel (Ciboure 1875 - Paris 1937) 

⊙⊙⊙

wednesday & saturday at 11 AM and 7 PM 

"[...] An approach in terms of value judgments has become a fiction for the person who finds himself hemmed in by stardardized musical goods. he can neither escape the impotence nor decide between the offerings where everything is so completely identical that prefenrence, in fact, depends merely on biographical details or in the situation in which things are heard. The categories of autonomously oriented art have no applicability to the comtemporary reception of music.
[...] Aldous Huxley has raised the question of who, in a place of amusement, is really being amused. With the same justice it can be asked whom music for entertainment still entertains. Rather, it seems to complement the reduction of people to silence, the dying out of speech as expression, the inhability to communicate at all. It inhabits the pockets of silence that develop between people molded by anxiety, work and undemanding docility. Everywhere it takes over, unnoticed, the deadly sad role that fell to it in the time and specific situation of the silent films. It is perceived purely as background [...]"

"On the fetish-character in music and the regression of listening" (Excerpt),
Theodor W. Adorno (september 11, 1903 - august 6, 1969) 


Of a particular affection for the f sharp minor pieces of Aleksandr Skyabin, some (almost chronologicall) wanderings on (the) tonality (and others) were born... 

Lute sonata no. 48 in f sharp minor Allemande - andante, Silvius Leopold Weiss (Breslau 1687 - Dresden 1750) 

Nocturne in f sharp minor, op 104 no. 1, Gabriel Urbain Fauré (Ariège, 1945 - Paris, 1924) 

Piano concerto in f sharp minor, op. 20 1st movement 2nd movement 3rd movement, Aleksandr Nikolayevich Skryabin (Moscow, 1871/2 - Moscow, 1915) 

Prelude in f sharp minor, op. 23 no. 1, Sergey Vasil'yevich Rakhmaninov (Onega 1873 - Beverly Hills 1943) 

Sonatine in f sharp minor, Maurice Ravel (Ciboure 1875 - Paris 1937)