O NOVO CARIOCA #livro


Jaílson de Sousa é um geografo e organizador do recém lançado livro O Novo Carioca.
Nascido no Complexo da maré, Jaílson é hoje doutorado em sociologia da educação e co-fundador da ONG Observatório das Favelas.

Em entrevista à Folha de São Paulo Jaílson descreve o novo carioca como a antítese de uma identidade de outrora: "viu as favelas e seus moradores como o problema da cidade e se fechou em territórios restritos, perdendo a capacidade de circular física e socialmente". O novo carioca movimenta-se para uma cidade integrada ao invés da segregada.

O livro conta com a participação de outros inventores e fazedores de cidade, com percursos semelhantes ao de Jaílson, é o caso de Marcus Faustini e Junior Perim, já noticiados no blog da Stress FM.

Junior, na contra capa do livro faz-nos o resumo do que nos espera a leitura:

"Difícil explicar em poucas palavras a importância de um livro que estimula o leitor a se lançar no desafio de identificar e reconhecer a emergência de uma nova civilização no Rio de Janeiro.

Por isso, felicito a cidade e seus habitantes de diferentes territórios e estratos sociais que recebem de presente este "mapa-manifesto" com pistas que apontam e convocam a comunidade carioca a se integrar a um movimento cotidiano de inventar novos percursos para viver, "a cada dia, a possibilidade da realização da sua humanidade e da sua existência".

Neste livro, 3 gênios criativos da civilização carioca que perfazem, por caminhos diferentes, o mesmo percurso de vida – insistir e fazer possível a utopia de (re)inventar a cidade –, nos oferecem suas reflexões e melhores práticas de como ser, estar e existir no Rio de Janeiro, produzindo um novo ordenamento geográfico da cidade, cuja conformação territorial não mais limite o fluxo da generosidade, afeto e direitos sociais e humanos.

O Novo Carioca" nos ensina que, no Rio-Espetáculo, o show que as novas gerações querem assistir é o direito de criar estratégias para realizar, de forma feliz e produtiva, a sua existência na cidade. Este livro é o anúncio de um movimento ao qual cada mente justa do Rio de Janeiro tem a obrigação de filiar-se".

Junior Perim
(Produtor Cultural autodidata, cofundador e coordenador executivo do Circo Crescer e Viver).