THE HOOD - SOUTH JAMAICA still in #nyc


South Jamaica é parte do condado de Queens (New York) e pertence ao Bairro Jamaica com mais de duzentos mil habitantes, mais de metade afro-americanos.

As primeiras áreas de destino em Nova Iorque das migrações de afro-americanos vindos do sul foram Harlem e Brooklyn. Com esses bairros sobrelotados, os imigrantes provenientes da Florida, South Carolina, Georgia e Alabama começaram a ocupar South Jamaica.

Esses imigrantes começaram a estabelecer-se em South Jamaica após a I guerra mundial, e nos anos 60 do século XX o bairro era quase na sua totalidade afro-americano, beneficiando do fenómeno white flight dos anos 50, a fuga massiva dos brancos para os suburbios que derivou na crise do inner city nas grandes metrópoles americanas.

O  white flight em South Jamaica correspondeu ao êxodo de 25 mil habitantes, e o bairro passou a ser terceiro em Nova Iorque em termos de população afro-americana.

South Jamaica combina uma grande diversidade se alojamentos, entre habitação privada, habitação social pública e cooperativas.

Já em epoca de predominância afro-americana, procurou-se construir em South Jamaica a utopia cooperativa de Rochdale Village.


Rochdale Village foi a maior experiência de habitação integrada nos Estados Unidos. A sua promoção  deste empreendimento foi da UHF - United Housing Foundation, uma organização judia de base anarquista.

Contudo, a sua promoção não previa a habitação para a população afro-americana maioritária em South Jamaica, o que pôs o empreendimento no centro da discussão dos direitos civicos em Queens.


A exclusão da população afro americana nas obras de construção conduziu a várias manifestações e bloqueios no avanço das obras.

Rochdale Village abriu em 1963, com uma população maioritariamente judia e 10% de afro-americanos. 
Para promover uma educação integrada em Rochdale e áreas adjacentes, Doxey Wilkerson expert em educação e professor na Universidade de Yeshiva, foi chamado como consultor.

Wilkerson tinha sido um dos proeminentes comunistas afro-americanos dos anos 40 e 50 também visado pela comissão de Mc Carthy.

versão pdf aqui

Hoje em dia, Rochdale Village é predominantemente afro-americana e aparece nos media estigmatizada como "project" embora mantenha as características cooperativas.

Sutter Kaine é um dos músicos proeminentes de Rochdale Village. Reclama-se inventor do género Metal Ghetto baseado em ritmos mais hardcore e com um imaginário de extrema violência. Sutter assistiu à introdução e proliferação do crack na comunidade de Rochdale, o que viria a influenciar as suas letras. Para além de rapper, Sutter Kaine é também produtor e realizador. Detém a Never So Deep Records.



O crack influenciou grande parte da comunidade de South Jamaica durantes os anos 80 e 90.   Sedeado nas Baisley Park Houses, o Supreme Team Gang liderava o tráfico, numa rede de influências que açambarcava toda Nova Iorque.

O líder Kenneth Mc Griff e os restantes fundadores, conhceram-se no 5 percent, um grupo dissidente da Nação do Islão criado por Clarence 13X, discípulo de Malcom X.
Algumas das sofisticações do Supreme Gang eram originárias das aprendizagens obtidas na Nation of Gods and Earths (5 percent), nomeadamente o alfabeto e a matemática supreme.

O música de South Jamaica cruzou-se bastante com o dia-a-dia e narrativas dos Supreme Team.

Os irmãos Lorenzo estão a ser julgados por a sua label: Murder Inc.  ser uma fonte de lavagem de dinheiro de Kenneth Mc Griff.
Na música "Ghetto Qu´ran" 50 cent relata e expõe algumas das dinâmicas do Supreme Team, a sua mãe trabalhava para o gang:

 «When you hear talk of the Southside you hear talk of the team/ See niggas feared Prince and respected ‘Preme/ For you slow motherfuckers Imma break it down iller/ see ‘Preme was the businessman and Prince was the killer.»


Diz-se que a ousadia de 50 cent terá-lhe custado uma tentativa de assassinato a cargo de Kenneth a partir da prisão.


Para além da tentativa de assassinato de 50 Cent, Kenneth também é suspeito de ter ordenado a execução de Jam Master Jay (Run DMC) e foi condenado por ordenar a morte de E-Moneybaggs (Mobb Deep).


Os Onyx representam um a linha dura gangsta, em que as vivências de South Jamaica estão bem presentes. Talvez pela distância do centro de Nova Iorque (ao contrário de Brooklyn) e por um certo isolamento, as músicas e letras de Onyx são rooted in the community. Onyx ainda persiste no Movimento, como referência e na continua produção de albúns. Os seus membros são também actores.

Os Lost Boyz ficaram conhecidos pelas suas letras. O seu primeiro grande hit foi renée. Uma série de acontecimentos mancharam a progressão do grupo. No aniversário de Mr. Cheeks em 1999, Freaky Tah foi assassinado com um tiro na cabeça. Mais tarde, Dj Spig Nnice foi condenado a 37 anos de prisão por uma série de assaltos em Nova Jersey.

Dos Organized Konfusion, destaca-se Pharoahe Monch.


Hoje, há uma série de Mc´s do underground a circular em South Jamaica, como Ali Vegas (tutorado pelos Onyx) e Grafh.

Outros mais conhecidos continuam a fazer história por South Jamaica: Ja Rule, Sandra Denton "pepa", Lloyd Banks e Nicki Minaj.


40 Projects é o nome popular das South Jamica Houses, um conjunto de habitação social pertencente à cidade de Nova Iorque. "40" advém da década em que foram construídos, a de quarenta do século XX. Um total de 598 apartamentos que albergam mais de 1500 habitantes. 50 Cent cresceu neste bairro.

The Hood South Jamaica:
Onyx - I´ll Murder You 
Lost Boyzs - Lifestyle of the rich and famous 
Organized Konfusion - Stress 
Pharoahe Monch - Clap 
Grafh - The Plot 
Ali Vegas - First Cousins 
Sutter Kain - Slaughter House 
Milford Graves & Andrew Cyrille 
Aasim - The Message 
Lost Boyz - Renee





Para consultar as fontes deste artigo carregue: AQUI
Para ouvir todos os episódios do The Hood: AQUI
Para ler os outros episódios: AQUI


Pharoahe Monch premieres his first visual from W.A.R. (We Are Rengades) which was released March 22nd. A 10-minute short film, Pharoahe Monch evokes raw emotions as he brings viewers on a journey of a police raid gone dramatically wrong. "Clap (one day)" is directed by Terence Nance. Original score by Lion's Share Music Group. Starring Gbenga Akinnagbe (The Wire), Kim Howard & Josiah Small.