Shaoxing 16

terças 14h & 22h / sextas 22h / domingos 14h

RÁDIO SHAOXING


Existe uma grande comunidade mongol dentro da China, aliás, uma parte do que é historicamente a Mongólia fica dentro da China. A sua música sempre desfrutou de grande popularidade e vários dos seus instrumentos tradicionais foram totalmente assimilados pelos chineses. Hoje, a música mongol continua viva dentro da China, sendo que, com o fim da vida nómada e a rápida urbanização dos últimos anos, muitos músicos se têm deslocado para as principais cidades do país. Isto tem resultado em algumas fusões e colaborações com outros músicos chineses, umas mais interessantes do que outras.

Yinhe Siqin


Começamos com três bandas com um som mais tradicional: Heijunma (黑骏马), Dolan (都兰) e Yinhe Siqin (音和思琴). Depois Hanggai (杭盖), um grupo de jovens mongóis que se estabeleceu em Pequim, tendo recebido fortes influências da cena punk local. São hoje uma banda muito popular na China, tendo mesmo estado no festival de sines em 2009.

Hanggai


Em seguida A Lin (阿琳), uma famosa cantora mongol que tem gravado várias produções com clara influência da pop chinesa. Por fim, dois grupos de Hugejiletu, um talentoso multi-instrumentista e cantor mongol que se tem envolvido em vários projectos com músicos chineses de Pequim vindos da cena rock ou do folk. São eles Ajinai (阿基耐) e Dawanggang (大忘杠)

Hugejiletu



O programa desta semana termina com dois clássicos do rap europeu - IAM (Marselha) e Coma (Karkistan).