CAPA DA SEMANA: PERIFERIA #periphery


A Geografia e as palavras que nos ofereceu para o senso comum têm um carácter historicista. Essa determinação (historicista)  impôs ao mundo, regiões e cidades, o espaço enquanto o conhecemos.

Não é por isso difícil sabermos, na razão organizativa enunciada, que mobilidades, recursos, serviços e oportunidades estão no Centro.
Olvidou-se o resto, mas a capacidade aglutinadora e agregadora das comunidades fez emergir na Periferia uma resistência que reinventa as sociedades do homem.

Agarramos no mapa, invertemo-o, procuramos uma contra-geografia onde a Periferia é o Centro de novas formas de cooperação, de expressão cultural e networking. A produção  de um modelo de integração a partir do Centro há de ser ultrapassado por essa resistência organizativa do homem.

A capa da Stress.fm desta semana é sobre Periferia.
Fotos do dossier:Aqui

A fotografia da capa desta semana

foi tirada na Boba, Amadora