HOMENAGEM A FRANCELINA MAIA PARTE 1 | #LISBOA E SEUS HABITANTES


Neste últimos meses Lisboa viu partir Francelina Maia. Não vale a pena googlar, seus feitos e importância são de outros tempos e privilegiaram quem se cruzou com ela nas últimas décadas. Juntamente com suas irmãs - Carioca e Henriqueta - Francelina e sua vida, constituíam um dos mais importantes testemunhos da tradição oral e vivência dos ciganos na cidade de Lisboa.


A pretexto de umas pataniscas de bacalhau que cozinhava e oferecia, ou em uma das várias noites de fado vadio de Lisboa, conversava-se sobre fado, tradições, identidades, ritos ciganos, e tensões da cidade.

Segue entrevista realizada em 2011 na Baiuca de Alfama, um dos locais onde Francelina cantava o fado. 



* A qualidade do audio da entrevista melhora ao longo da mesma