MOTELx - Poltergeist


No passado Sábado dia 7 o Largo de São Carlos no Chiado recebeu o prelúdio do Festival MOTELx com a exibição de Poltergeist.
Com "sala" cheia, a película deixou a audiência agradada e provou o porquê de ser considerado um dos grandes marcos do cinema de terror.

Realizado por Tobe Hooper (convidado especial da edição deste ano do MOTELx a quem a Secção Culto dos Mestres Vivos presta homenagem) e Produzido e co-escrito por Steven Spielberg, a película de 114 minutos estreou no dia 4 de junho de 1984 nos Estados Unidos e chegou aos cinemas nacionais no dia 28 de Setembro com o título - Poltergeist, o fenómeno


Steve e Diane Freeling vivem uma vida calma com os seus três filhos: Dana, a filha mais velha do casal, já adolescente; o jovem Robbie, irmão do meio e Carol Anne, a mais nova do clã. Os Freeling's são uma típica família norte americana da década de oitenta que habita a aparentemente pacata comunidade de Cuesta Verde, na California.

A tranquila vida dos Freeling's é ameaçada com fenómenos estranhos que acontecem por toda a habitação - os estranhos eventos começam com a pequena Carol Anne a falar com os aparelhos de televisão quando sem sinal e declarando a presença de uma entidade algures, manifestada através do ecrã em estática. 
A presença paranormal que começa por se manifestar através do ecrã em ruído branco e de mobiliário que se move sozinho é inicialmente encarada de ânimo leve mas torna-se com o tempo um perigoso atentado à vida da família, atacando os mais jovens filhos do casal e acabando por raptar Carol Anne. 
Com a ajuda de uma equipa habituada a lidar com fenómenos paranormais e uma poderosa médium, Steve e Diane terão que enfrentar entidades do outro mundo para recuperarem a sua filha e a paz familiar.



Esta película não apresenta os habituais momentos de violentos assassínios, gore e violência explicita que são tão comuns no mundo do terror de hoje em dia, oferecendo recompensadores momentos de grande tensão que são verdadeiramente inesquecíveis e assustadores e prima por efeitos que surpreendem tendo em conta a sua idade.

Poltergeist causou inúmeros sustos (e igual número de gargalhadas) aos espectadores que compareceram em frente do Teatro São Carlos na noite de Sábado e mereceu o aplauso do público que abandonou a "sala" visivelmente satisfeito com o que viu. Foi uma boa preparação para o festival que começa já hoje no cinema São Jorge e uma perfeita homenagem ao convidado especial Tobe Hooper.