Da Bela Vista para o Mundo




Um Fim do Mundo, Cama de Gato e Bela Vista, são três visões distintas do mesmo universo - Bairro da Bela Vista, em Setúbal - que partilham esse mesmo centro da acção, partilham acontecimentos, personagens e partilham também a mesma produtora - Vende-se Filmes
Três filmes que depois de passagens por inúmeros festivais nacionais e internacionais de cinema têm estreia marcada nas salas portuguesas para dia 7 de Novembro.


Um fim do mundo e Cama de Gato são obras de ficção que mantém um forte carácter documental. Uma visão da vida dos seus jovens protagonistas captada de uma forma tão autêntica com diálogos e situações tão realistas que permitem a quem assiste tomar parte de mais um dia-a-dia normal da vida das personagens. Os discursos e acções são inconvenientes e politicamente incorrectos mas verossímeis e apresentam interpretações soberbas por parte de actores amadores que têm como papel representar-se a si próprios.

Bela Vista é um documentário que apresenta a vida quotidiana do bairro homónimo recorrendo a um conjunto de filmagens sobre os inúmeros universos distintos que coabitam o mesmo espaço. Mundos tão diferentes que se ligam através deste espaço comum que é pano de fundo para os três filmes do certame.


Um fim do mundo


Uma obra de 62 minutos realizada por Pedro Pinho marcou presença em festivais nacionais e internacionais, passando por Berlin, Moscovo, Tijuana, Rio de Janeiro, Seatle ou Buenos Aires.
Em co-produção Vende-se Filmes e Terratreme este filme acompanha um grupo de adolescentes moradores do Bairro da Bela Vista numa história que transpira a irreverência e agitação da adolescência, a forma de estar e este sentir muito próprio desta fase que passa de uma forma realista e bela para o ecrã.
Uma película a preto e branco que representa mais um dia de verão na vida destes personagens - actores amadores no papel deles próprios, numa obra em que o argumento é moldado pelas suas vidas - e que é um paradigma sobre os pontos de ligação ou afastamento dentro deste jovem grupo e entre eles e o resto do mundo.

Cama de Gato


Realizado por Filipa Reis e João Miller Guerra este filme tem como protagonista Joana Santos, uma jovem adolescente que foi recentemente mãe e que empresta o argumento da sua própria vida à equipa de realização do filme. O retrato cru do dia-a-dia desta jovem, uma obra que partilha com o filme Um fim do Mundo este tratamento realista garantido pela relação próxima da equipa com os actores que dão vida no ecrã à sua própria história ficcionada. Estas duas obras têm também situações e personagens comuns construindo quem assiste às duas películas uma visão mais alargada do mesmo acontecimento retratado. 

Vencedor do Prémio Melhor Curta Metragem Portuguesa no Indielisboa 2012 e Prémio Revelação no Festival de Cinema Luso-Brasileiro de Santa Maria da Feira 2012.


Bela Vista

Realizado pela mesma dupla de realizadores de Cama de gato - Filipa Reis e João Miller Guerra - é um documentário de 30 minutos sobre o bairro da Bela Vista em Setúbal e mostra-nos os pequenos mundos que coexistem no universo maior que é o bairro como um todo, captando um conjunto de situações típicas da vida desta comunidade.
Este filme que venceu o prémio de melhor curta-metragem no 17º Festival Internacional de Documentários de Santiago do Chile (FIDOCS) mostra a vida no bairro homónimo através de imagens e sons do dia-dia deste universo da periferia que representa a realidade quotidiana de grande parte da população actual.