MATANÇAS ANNO VI, no Porto

Este fim de semana, para além da terceira edição da Feira do Jeco, vai decorrer no Porto, dia 22 de Dezembro, um dos eventos mais obscuros do ano: MATANÇAS ANNO VI!

cartaz: Miguel Carneiro & Dayana Lucas
Concertos dionisíacos, performances invocativas, projecções cine-mentais, gastronomia escatológica, mercado negro e feira do metal.

"Dezembro 16, 2013


 No dia a seguir ao Solstício de Inverno realiza-se mais um Festival Matanças. Este é um evento de carácter único e exclusivo que tem vindo a afirmar-se, ano após ano, como um dos acontecimentos mais carismáticos da cidade do Porto.

Nesta Zona Temporariamente Autónoma que toma conta da Casa Viva, podereis encontrar:

Manifestações de tom dionisíaco em oposição à quietude apolínea dos cordeiros de Deus que celebram a quadra natalícia com paninhos vermelhos nas varandas; Iguarias escatológicas (dignas das ementas dos adeptos espermo-gnósticos e ofitas), em nítido contraste com as rabanadas e bolos-reis tradicionais; mercado negro onde se podem efectuar transacções de edições obscuras em troco do vil metal (ainda assim, o mesmo que circula no comércio tradicional); projecções cine-mentais repletas de mensagens subliminares, bem como evocações performativas acompanhadas de infra e ultra-sons.

Este ano destaco a participação da Tuna de Free Jaz de Freamunde (essa bela urbe do Vale do Sousa, geminada com a não menos bela cidade alemã de Peenemünde – not the Nazi Germany facilities for the V-1 flying bomb and the V-2 -, terra de belos galos capões e antiga sede da Discoteca Tocata). Infelizmente, e ao que consta, por motivos logísticos, não estarão presentes neste evento o ensemble de música medieval do Rancho Folclórico de Ribaçais, Abragão, Penafiel, nem o Grupo de Estudos Electroacústicos do Clube de Convívio e Cultura, sedeado na mesma cidade.

Já sabeis, Out ov Darkness Cometh Light!

Portanto, não falteis!"


Mais info: Facebook