review: Noite Fetra & Amigos

Lisboa ainda está para se aperceber do privilégio que são as noites organizadas pela Cafetra Records. Este colectivo de artistas e editora dos mesmos tem sido um dos grandes responsáveis pela lufada de ar fresco contagiante que se sente no cenário musical nacional. Entre várias estéticas musicais e espalhando-se um pouco por tudo aquilo que culturalmente mais interessa – de associações a eventos – este colectivo tem-se afirmado como legítimos dinamizadores da cena contemporânea.

Sousa/Nogueiro/Ferrandini

Os concertos do passado dia 6 de dezembro de 2013 na Casa Independente serviram de certa forma como uma mostra de alguma da melhor música a ser feita nos nossos dias, não só por bandas da Cafetra (tocaram Jewels, Éme, Smiley Face, Putas Bêbadas, Pega Monstro e Iguanas) como por algumas das mentes mais criativas de quem se fazem rodear, como o trio Sousa/Nogueiro/Ferrandini, os Niagara (da Príncipe Discos), em modo Dj Set, e Uli.


Putas Bêbadas

Se na Cafetra está o futuro da música, nos Anjos/Intendente está o futuro dos espaços onde está acontecerá, com o locar escolhido para os concertos desta noite – Casa Independente – a manter-se no limbo entre underground e mainstream no meio de outros espaços responsáveis por muita da programação mais interessante que se tem assistido em Lisboa como o RDA, a Casa dos Amigos do Minho, o Largo Residências, o Sou, Zona Franca, etc.

Pega Monstro

À tarde (a noite começou à tarde) Jewels, Éme e Smiley Face mostrarem três abordagens diferentes ao formato singer-songwriter e Uli, projecto de Rafael Ayres, revelou-se uma surpresa a comprovar a influência do universo fetra em novos músicos, neste caso melodias cheias de bom gosto num teclado lo-fi. Mas foi à noite que se fez história. Assistiu-se à prestação mais avassaladora do duo Sousa/Ferrandini nesta noite feito trio com o Rui Nogueiro (Sunflare) no baixo. Putas Bêbadas mantiveram o nível de decibéis e intensidade, a mostrar a todos os presentes o quão bem pode saber levar porrada nos ouvidos. Pega Monstro continuam a escrever das músicas pop-rock mais relevantes desde sempre neste país, com malhas novas. E a party continuou com Iguanas a activar no público o botão da dança e Niagara a encravá-lo deixando todos a dançar até acabar a licença de ruído.
 
Iguanas



Links da Cafetra: